Pesquisar por palavra-chave:

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Componentes de configuração do Windows

Msconfig
No msconfig podemos configurar a inicialização do Windows.
Para entrar no msconfig, digite no “executar”

O msconfig é composto por várias abas:


·        Geral: Apresenta a forma de inicialização, que deve estar como “normal”, qualquer alteração no msconfig, automaticamente o tipo de inicialização ficará “seletiva”, a inicialização de diagnósticos, abrirá somente o sistema básico (modo de segurança), onde o Windows inicia ignorando seus drivers e programas de inicialização automática.
·        Inicialização do sistema: configura o sistema operacional padrão a ser iniciado, este recurso só será útil caso o computador tenha 2 ou mais versões do Windows instalado, em configurações avançadas, podemos definir o numero de processadores que devem ser habilitados, tamanho máximo de memória a ser habilitada e portas usadas em depuração, dificilmente utilizaremos estas configurações.


·        Serviços: esta aba apresenta os serviços do Windows a serem inicializados automáticamente, entre estes serviços, encontramos temas, áudio do Windows e outros serviços, não que sejam vitais para o fuincionamento do Windows, mas se desmarca-los, vários programas poderão não funcionar corretamente, porem, desmarcando os desnecessários, podemos reduzir o usu de memória do sistema.
 
·        Inicialização de programas: neste item, podemos definir quais programas serão iniciados automaticamente junto com o Windows. Por uma questão de performance, recomendo desmarcar todos exceto o antivírus, porém ao desmarca-lo, a aba “geral” aparecerá “inicialização seletiva, não que isso represente um problema, mas obrigará a abertura do editor de registro (regedit) do Windows para remover da lista os itens desmarcados que se encontram nas chaves “hkey_local_machine” > “Microsoft” > “Windows” > “Shared tools” > “msconfig” > “startup folder” e “startupreg”, basta remover as sub chaves (somente o conteúdo) das duas ultimas chaves citadas para o sistema voltar para inicialização normal.

·        Ferramentas: No Windows Vista e XP, podemos encontrar nesta aba várias ferramentas como o prompt de comandos, restauração do sistema, visualizador de eventos, nada que não encontramos em outros lugares do Windows.

Gerenciador do computador

Para acessá-lo podemos clicar com o botão direito sobre o ícone “computador” e em seguida em gerenciar, ou digitar “compmgmt.msc” no executar


Todos os itens principais encontram-se na parte lateral esquerda, e os sub-itens aparecem na área branca à direita.

·        Visualizador de eventos: apresenta todos os eventos relacionados no sistema  ocorridos no computador, como atualizações, travamentos de programas entre outros, na parte lateral direita, podemos filtrar estes eventos clicando em “criar modo de exibição” e selecionando somente os erros por exemplo. Para que seja mostrado detalhes sobre os eventos, de um dulpo-clique sobre os eventos, onde aparecerão mais detalhes e até possíveis maneiras de corrigir.

·        Pastas compartilhadas: podemos visualizar e configurar as pastas compartilhadas no computador local, clicando em sessões, podemos verificar quais computadores estão conectados no momento e quais arquivos estão abertos em computadores remotos, podemos fechar estes arquivos clicando com o botão direito.

·        Arquivos abertos, mostra os arquivos que forma abertos dentro do compartilhamento, apresentando informações de quem acessou.

·        Usuários e computadores locais: neste item podemos adicionar, remover e configurar usuários no sistema, configurações como mudar data de expiração da senha ou até configurar nova senha para qualquer usuário (clicando com o botão direito sobre o usuário), desde que você seja administrador do computador.

·        Desempenho: podemos visualizar o desempenho do computador, uso de processador, memória, discos e rede, estes valores podem ser uteis para fazer um “up-grade”, substituindo o hardware que está perto do limite máximo de uso por um mais potente. Dentro de Desempenho (Windows Seven), clique em “abrir monitor de recursos” para que sejam apresentados gráficos do uso dos componentes.

·        Gerenciador de dispositivos: Podemos visualizar os itens de hardware instalados

·        Gerenciamento de disco: Nos Windows Vista e Seven é possível trocar a letra da unidade lógica (D:, E: etc) alem de particionar e redimensionar os discos. Outro recurso importante do Gerenciamento de discos, é a possibilidade de estender discos, podendo então somar 2 discos para que funcionem como um único. Exemplo: dois discos de 250GB funcionando como um único de 500GB ou criar um espelhamento simples, onde todos os dados serão gravados simultaneamente em 2 discos, melhorando a segurança contra falhas de hardware

·        Serviços: são os mesmos serviços encontrados no “serviços” do msconfig, porem não configuramos somente a inicialização, mas podemos inicializa-los e finaliza-los



REGEDIT (editore de registro)

O registro do Windows é um conjunto de parâmetros de funcionamento do Sistema operacional, é a partir deste registro que o Windows configura o seu funcionamento, isso inclui dimensões e cores da área de trabalho, configurações personalizadas de cada usuário, programas instalados, hardware instalado etc.

Todas as vezes que iniciamos o Windows, todo registro é lido para que a partir dele seja “montado” o Windows de acordo com as configurações definidas pelo usuário, para que os programas funcionem corretamente entre outros parâmetros.

Cada programa que é instalado no Windows, são criadas várias chaves novas no registro, geralmente, ao desinstalar um programa, nem todas as chaves do registro são removidas, criando ”entulho” no Windows, tornando-o mais lento durante o boot e fazendo com que alguns programas não funcionem corretamente.

A alteração do registro do Windows é extremamente complexa, uma vez que pode chegar a ter 350 mil itens, para isto, existem vários programas na internet que podem ser usados para a limpeza do registro.

Para acessar o registro do Windows, digite no executar: “regedit”



·        HKEY_CLASSES_ROOT: basicamente, está nesta chave, os tipos de arquivos suportados pelo Windows e os respectivos programas para abri-los, no exemplo abaixo, mostra o arquivo tipo “.docx”, e o respectivo programa usado para abri-lo, no caso o Word

 

·        HKEY_CURRENT_USER: Este item contem informações sobre o usário eu está usando o computador no momento, entre as muitas configurações, encontramos o valor de registro onde está configurado a área de trabalho, perceba que aparece a configuração do papel de parede (wallpaper)

 




·        HKEY_LOCAL_MACHINE: Neste item podemos visualizar os componentes instalados, incluindo software e hardware, ou seja, tudo relacionado ao computador local, note que na figura abaixo, a direita, aparecem os editores dos programas instalados e especificamente selecionado o navegador Firefox

 

 

·        HKEY_USERS: Neste item, estão as configurações pessoais de todos os usuários cadastrados no sistema, é a partir desta chave que a chave HKEY_CURRENTE_USER é criada, ou seja, ao carregar o Windows até a tela de logon, todas as chaves já foram processadas exceto a HKEY_CURRENTE_USER, que só é criada após o usuário escolher o usuário e digitar a senha.Não é possivel visualizar as configurações pessoais de todos os usuário à partir deste item, seria falta de segurança e privacidade.





·        HKEY_CURRENT_CONFIG: Este item contem configurações sobre o sistema atual, sobre softwares e sistema, é a menor chave do registro

 

Dicas para configurar o registro:

A maioria dos usuários que alteram o registro do Windows são com o objetivo de melhorar a performance do computador, porem, nenhumas desta configurações tem um resultado significativo, para isso, pesquise na internet “dicas para configurar o registro do Windows” que vários tutoriais aparecerão.

Vamos apresentar algumas dicas:

·        Programas que incializam automaticamente:

Abra as chaves: hkey_local_machine  > software > Microsoft > Windows > current version > run

Dentro destas chaves aparecem os programas de inicialização automática, que nem sempre aparecem no msconfig (explicado anteriormente), se remover os valores desta chave (valores aparecem do lado direito da tela) os progrmas não inicializarão mais automaticamente, recomendo remover todos exceto o antivírus.

·        Atraso de abertura do menu iniciar:

Abra as chaves hkey_current_user > Control Panel > Desktop. Procure pelo valor que aparecerá exatamente assim “MenuShowDelay”, dê um duplo-clique sobre este item e mude o valor de 400 para 0, isso fará seu menu iniciar abrir mais rapidamante.

Para Localizar um item específico no registro, use CTRL + F e digite a palavra-chave da pesquisa, exemplo, o “executar” do menu iniciar cria um histórico de comandos digitados que não podem ser apagados, como este histórico diz respeito ao usuário que está “logado” no momento, então esta configuração só pode estar em HKEY_CURRENT_USER, selecione esta chave, pressione CTRL + F e digite um dos itens que aparecem no histórico do iniciar, note que aparecerá uma chave chamada RUNRMU, cujo os valores são exatamente iguais aos que aparecem no executar do menu iniciar:

Se você remover  os valores desta chave, o histórico do executar desaparecerá.

Agora, conhecendo estes itens, ficará mais fácil executar correções nos seus computadores.
Obrigado pela leitura.

André Silvertone

 

3 comentários:

  1. Muito bom em silvertape! ops, panetone, ops, silvertone! um abraço de Tu

    Mensagem Anonima

    ResponderExcluir
  2. hahaha tive aula disso, aprendi bastante u.u
    graças a isso meu pc liga mais rapido!
    Parabens Profesô

    ResponderExcluir
  3. É ótimo isso,obrigado por compartilhar seus conhecimentos.fiz o curso mais estou buscando reciclagem por aqui,fuçando tudo de novo kkkkkk.
    ;)

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, será publicado em breve!

Siga meu blog por email!! Digite seu email abaixo.

google-site-verification: google53a8eb0bc7dc474a.html